Simpósios Temáticos – I Congresso de América Colonial

Os Simpósios Temáticos do I Congresso de América Colonial – Historiografia, Acervos e Documentos são:

1. História dos Estados Unidos: a queda dos mitos e a retomada da memória colonial – coordenador: Ricardo Amarante Turatti

A história “oficial” ou “tradicional” dos Estados Unidos da América é uma narrativa firmada em conjunto com a própria formação nacional e com a construção da identidade estadunidense. Seguindo essa perspectiva, desfilam pelos livros e pelas narrativas não-escritas, pela cultura popular e pelas exaltações ufanistas, uma série de mitos fundadores. O ofício do historiador independente segue inevitavelmente no sentido de questionamento dos monólitos mitológicos. Porém, para se aprofundar em uma pesquisa sobre os Estados Unidos, não basta uma desconstrução ou uma defesa da queda dos mitos, mas é necessária uma tentativa de entendimento sobre a forma como esses mitos produziram e produzem efeitos na construção histórica, social, política e cultural do país. O simpósio temático se propõe a realizar discussões tendo como centro a perspectiva de delinear novas formas e métodos para a análise da história dos Estados Unidos, englobando temporalmente o período colonial e suas recuperações memorialísticas nos Estados Unidos pós-independência, de modo a explorar a relação entre os mitos fundadores e as dinâmicas da cultura e da memória estadunidense.

2. As crônicas e a escrita sobre o Novo Mundo coordenadora: Maria Emília Granduque José

A Europa do século XVI recebeu as primeiras notícias sobre as descobertas e as conquistas americanas por meio de cartas, diários, histórias e crônicas confeccionadas por diferentes personagens que, em dada altura de suas vidas, conciliaram seus ofícios com a narrativa sobre essas matérias. A esse conjunto de escritos que apresentou o Novo Mundo aos europeus se convencionou chamar genericamente de Crônicas ou de Crônicas de Índias. A proposta deste simpósio temático é debater os usos que esses personagens – soldados, conquistadores, burocratas, cronistas oficiais, indígenas, mestiços, historiadores, navegadores, religiosos – que estiveram presentes ou não na América fizeram da crônica para registrar as suas impressões sobre as novas terras. Mais precisamente, os trabalhos a serem apresentados nesta mesa tem como objetivo discutir o papel das crônicas na transmissão dos aspectos naturais, religiosos e militares observados na América.

3. Memória da colônia: o passado reescrito no século XIX – coordenadora: Ana Carolina Machado de Souza

O resgate do passado colonial e pré-colonial foi um processo fundamental para o estabelecimento dos projetos nacionais e identitários na América, sobretudo nos processos para consolidação das independências. O objetivo do simpósio é abordar pesquisas que se relacionem com o resgate do passado pré-colonial e/ou colonial nos processos de independência e/ou posteriormente, tendo como limite cronológico o século XIX. Pretende-se dialogar, dentro dessas perspectivas, temáticas acerca das construções de identidades nacionais e dos conceitos de História, Memória e Esquecimento. Assim, a intenção é estabelecer conexões entre o processo de elaboração de estudos historiográficos, etnográficos, antropológicos, sociológicos, típicos dos intelectuais do século XIX e a exaltação do passado como alicerce para os nacionalismos. O simpósio, portanto, abre espaço para o debate de conceitos e ideias que tem se fortalecido no âmbito da história da América.

4. O Santo Tribunal da Inquisição nas colônias americanas: sua razão política e religiosa. – coordenador: Eduardo Andrés Ruz Torres

O estabelecimento do Santo Tribunal da Inquisição nas colônias americanas esteve impregnado de um forte posicionamento político, sinal da nova administração de Filipe II para o Império. Seu intuito inicial, e seguindo uma lógica religiosa, era de vigiar aos peninsulares instalados no Novo Mundo, desdobrando-se posteriormente para o controle dos novos conversos. Mas, uma das suas características mais interessantes foi a perseguição e eliminação de adversários políticos no seio da Igreja e do mundo secular, principalmente no enfrentamento entre o partidários dos índios e os partidários da Coroa. Desta forma, este Simpósio Temático propõe ampliar as abordagens sobre o Santo Tribunal nas colônias americanas, mantendo-se na sua lógica evangelizadora, mas também penetrando nas suas implicações para a política colonial.

Clique aqui e veja as instruções para se inscrever!

Siga nossa página no Facebook para novidades.

Anúncios

3 comentários sobre “Simpósios Temáticos – I Congresso de América Colonial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s